12 e 13 de maio

16:00 h - 20:00 h CET

I Congresso Transfronteiriço

de doentes oncológicos

e familiares · Andaluzia e Algarve

Juntos e iguais face ao cancro

Conferencistas

Membro do comité de assessoria em oncologia-hematologia para a prescrição racional de medicamentos de alto impacto económico. Departamento de saúde do Governo Autónomo de Valência. Membro do pessoal médico do serviço de oncologia médica do Hospital Geral Universitário de Elche (Alicante), desde 1995. Chefe do departamento de oncologia médica do Hospital Universitário de Elche e Hospital Vega Baja de Orihuela de Alicante, desde outubro de 2008.

Número da ordem: 03 / 7874-02

Doutorado em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Complutense de Madrid, 1989.

Especialista em oncologia médica: Hospital Clínico San Carlos de Madrid, 1994.

Membro do comité de assessoria do cancro da mama e cancro hereditário do Governo Autónomo de Valência.

Membro do comité de assessoria em oncologia-hematologia para a prescrição racional de medicamentos de alto impacto económico. Departamento de saúde do Governo Autónomo de Valência

Membro do pessoal médico do serviço de oncologia médica do Hospital Geral Universitário de Elche (Alicante), desde 1995.

Chefe do departamento de oncologia médica do Hospital Universitário de Elche e Hospital Vega Baja de Orihuela de Alicante, desde outubro de 2008.

Vogal e secretário do GEICAM (Grupo Espanhol de Investigação no Cancro da Mama) desde 1995.

Conselheiro (2007-10) e secretário (2009-10) da SEOM (Sociedade Espanhola de Oncologia Médica).

Doutorado no departamento de medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Complutense de Madrid, 1998. Prémio da melhor tese de doutoramento, atribuído pelo departamento de medicina da Universidade Complutense de Madrid.

Professor associado no departamento de medicina da Universidad Miguel Hernández de Elche, desde 1999.

Vice-presidente da SEOM (Sociedade Espanhola de Oncologia Médica) desde outubro de 2017 a outubro de 2019

Presidente da (SEOM) Sociedade Espanhola de Oncologia Médica desde outubro de 2019.

Membro da ESMO (Sociedade Europeia de Oncologia Médica)

Publicações: mais de 160 publicações em capítulos de livros, artigos originais e resenhas em oncologia médica.

88 publicações em revistas médicas internacionais revistas por pares, indexadas na Biblioteca Nacional de Medicina. Índice H: 28; índice G: 57.

Mais de 130 comunicações em simpósios e congressos nacionais e internacionais.

Orador e professor em mais de 250 reuniões educativas sobre a mama, mesas redondas, reuniões virtuais, programas e simpósios para médicos oncologistas, cirurgiões, médicos de clínica geral, sociedades científicas e associações de doentes com cancro.

Investigador em ensaios clínicos nacionais e internacionais em oncologia médica, principalmente relacionados com o cancro da mama (ambientes precoces e avançados, investigação translacional, terapia de suporte, etc.) e farmacogenética. A maior parte da atividade no contexto do cancro da mama está associada a projetos nacionais e internacionais do GEICAM.

Doutorado em Medicina pela Universidade de Córdoba. Especialista em Medicina Familiar e Comunitária (Málaga). Atualmente, médico do EBAP numa unidade de Gestão clínica (UCG Lucano. Córdoba), centro docente. Professor do grupo de comunicação e saúde da Semfyc desde 1988. Ex-assessor da direção da saúde da Andaluzia em vários temas relacionados com a avaliação de competências e desenvolvimento profissional. Acreditado pela ACSA com nível excelente, em maio de 2012. Foi Vice-presidente da SAMFYC (Sociedade andaluza de medicina familiar e comunitária) e Semfyc (Sociedade espanhola de medicina familiar e comunitária). Mestre em Mindfulness pela Universidade de Saragoça (2020). Curso de instrutor de meditação e mindfulness. Sadhana Integral, 2017-18. Estadias em Sri Ramanasramam 2018 (Tiruvanamalai. Índia). Estadia em Oshodham de meditações ativas (Deli. Índia) 2018.

Licenciado em Sociologia pela Universidade de Múrcia, especialista universitário em Métodos Avançados de Estatística Aplicada pela UNED e mestre em Metodologia da Investigação em Ciências Sociais pela Universidad Complutense de Madrid. Realizou investigação social e de mercado em diferentes setores, participando em projetos de I+D+i europeus de várias temáticas, desde comportamentos de risco ao volante até a aplicações educativas de novos formatos narrativos digitais. Atualmente faz investigação social em saúde com doentes oncológicos no observatório da Associação Espanhola Contra o Cancro.

Catedrático Universitário na área de Medicina Preventiva e Saúde Pública. Iniciou a sua carreira de investigação em 1995 como bolseiro FPI do Ministério de Educação e Ciência, no Grup de Recerca en Epidemiologia Clínica i Molecular del Càncer, do prestigioso Institut Municipal d’Investigació Mèdica, em Barcelona. Iniciou a sua carreira de investigação em 1995 como bolseiro FPI do Ministério de Educação e Ciência, no Grup de Recerca en Epidemiologia Clínica i Molecular del Càncer, do prestigioso Institut Municipal d’Investigació Mèdica, em Barcelona. De regresso a Espanha, integra a Universidade de Huelva onde cria o seu próprio grupo de investigação. Autor de 85 artigos indexados no SCI/SSCI, com 23% no primeiro decil. Índice H de 22 segundo o WOS Investigador principal de uma dezena de projetos competitivos e colaborador em quinze. Soma cerca de uma centena de comunicações/palestras em congressos, sendo metade delas de caráter internacional. Os seus interesses de investigação incluem as desigualdades sociais em saúde, epidemiologia clínica e molecular do cancro, a saúde ambiental e a saúde laboral. Desde janeiro de 2017 até dezembro de 2020, foi colaborador. Adjunto da Agência Estatal de Investigação. Desde julho de 2017 até junho de 2020 foi Vice-Reitor de Investigação e Transferência da Universidade de Huelva.

Diretor científico do BCBL (Basque Center on Cognition, Brain and Language, Donostia, San Sebastian) que obteve recentemente a acreditação “Severo Ochoa” de centro de excelência. É ainda catedrático de investigação IKERBASQUE, catedrático honorário da University College of London (UCL) e investigador distinguido da Universidade do País Basco (UPV/EHU). Em 2020, recebeu um apoio da AECC para desenvolver o projeto “Biomarcadores de recuperação cognitiva pós-cirúrgica em tumores cerebrais”.

Licenciada em Física pela Universidad Complutense de Madrid, doutorada em Física de Materiais em 2010 pela Universidad Autónoma de Madrid. Após a sua formação de pós-doutoramento na Université Paris VII (França) e no ICMM-CSIC (Madrid), em 2018 integrou o centro IMDEA Nanociencia (Madrid), onde lidera uma atividade de investigação centrada no desenvolvimento e implementação de estratégias biomédicas baseadas em nanomateriais termoativados e o respetivo estudo em meio tumoral.

Natural de Badajoz. Licenciada em Psicologia pela Universidade de Huelva e habilitada como profissional de saúde pelo mestrado em Psicologia da Saúde do CEU Valência. Em 2016, durante 9 meses, colaborou em funções de psicologia com a Asociación Oncológica Extremeña (AOEX). Desde 2018 até ao presente, trabalho em psico-oncologia na AECC em Córdoba, desempenhando funções como a intervenção psicológica individual e em grupo com doentes e familiares em todas as fases do processo, a realização de workshops de prevenção e a promoção da saúde, como hábitos saudáveis em escolas e workshops de grupo de desabituação tabágica e, adicionalmente, a realização de discussões, congressos, formação de voluntariado, entre outras funções.

Licenciada em Psicologia em 2005 pela Universidad Simón Bolívar Barranquilla/Colômbia. Mestre em Psico-oncologia (2006-2008) pela Universidad Complutense de Madrid. Psicóloga da Associação Espanhola Contra o Cancro, na sede provincial de Huelva, desde 2010 até ao presente. De entre as funções que desempenho destaco a intervenção psicológica individual e de grupo com doentes e familiares, em Huelva e na região, funções de responsável pelo programa de desabituação tabágica, workshops em grupo e de suporte e apoio na unidade de cuidados paliativos do Hospital Vázquez Diaz, em Huelva.

Licenciada em Psicologia pela Universidade de Huelva, com formação em Psicologia da Saúde, Mestre em Cuidados Oncológicos e Paliativos e Mestre em Sexologia. Membro do grupo de trabalho de Psico-oncologia e Cuidados Paliativos da Ordem Oficial de Psicologia da Andaluzia Ocidental. Colaboradora da Fundação Ángel Muriel de 2015 a 2018 e da Cruz Vermelha Espanhola, em Huelva, de 2015 a 2020. Psicóloga em consultas privadas desde 2016. Atualmente exerce funções de Psico-oncologia e de coordenação de voluntariado na AECC em Málaga.

Desde que iniciei a atividade na enfermagem, trabalhei nos cuidados primários.

Primeiro, como enfermeira de família e, desde 2002, como enfermeira gestora de casos, até ao presente.

Atualmente, desempenho funções no centro de saúde de S. Rosa de Córdoba.

A minha formação no âmbito do cancro assenta em vários cursos de atualização que realizei na Escola de Saúde Pública de Granada e recebi a acreditação de competências profissionais com a classificação de excelente atribuída pela ACSA.

Em 2013, publiquei um livro sobre a minha experiência como doente (“Pasando el trago, vivencias de una enfermera que pasó a ser paciente”). Cedi as vendas de 2 edições e os direitos de autor à associação espanhola contra o cancro de Córdoba.

Enquanto gestora de casos, estou diariamente com doentes paliativos e famílias, procurando facilitar e ajudar no seu processo, também em coordenação com a unidade de cuidados paliativos e o respetivo médico e enfermeira de família.

Diplomada em Serviço Social e licenciada em Antropologia Social e Cultural. Cursos de doutoramento em Interculturalidade. Mestre em Coaching Integral. Mestre em Programação Neurolinguística. Experiência laboral (início da atividade laboral em fevereiro de 1999 até ao presente) Câmara Municipal de Punta Umbria, seis meses no programa de prevenção do absentismo escolar. Câmara Municipal de Moguer, serviços comunitários. Câmara Municipal de Lucena del Pto Serviço a imigrantes. Assembleia da província de Huelva, serviços comunitários, zona de serviço social (ZTS) da costa, ZTS serra e ZTS bacia mineira. Desde agosto de 2007 até ao presente, nos serviços sociais comunitários da Câmara Municipal de Huelva.

Formação: Diplomada em serviço social pela UHU. Curso de Serviço Social Clínico. Técnica superior em prevenção de riscos laborais. Experiência laboral: Desde o ano de 2003, como assistente social na Associação Espanhola Contra o Cancro até ao presente, com funções específicas de serviço social (informação e orientação social, gestão de prestações, orientação laboral…) e de coordenação de voluntariado geral. Também tive experiência na administração pública, Câmara Municipal de Huelva, no centro social “Marismas del Odiel” e na Assembleia de Huelva, na zona de serviço social (ZTS) serra oeste, como dinamizadora do movimento associativo e na ZTS cintura agroindustrial numa equipa de tratamento familiar. Melhor valor de uma pessoa, a humildade.

Dietista-nutricionista do Espacio Activo Barcelona da AECC (AssociaçãoEspanhola contra o Cancro). Licenciada em nutrição humana e dietéticapela Universidade Ramon Llull e com mestrado em nutrição e metabolismo,com especialização em nutrição clínica pela Universidade Rovira y Virgili epela Universidade de Barcelona. Especializada na área de oncologia, comvários cursos pós-graduados e cursos profissionais sobre nutriçãooncológica.

Ana Isabel Pereira de Sousa e sou fisioterapeuta licenciada pela escola Jean Piaget Algarve e tenho a Pós-graduação em Saúde da Mulher e o Mestrado em Fisioterapia ramo Saúde da Mulher pela escola Superior de Saúde de Alcoitão.

Exerço funções no Centro Hospitalar Universitario do Algarve e na Associação Oncologica do Algarve.

Especialista em Oncologia Médica que desenvolve o seu trabalho no Hospital Juan Ramón Jiménez de Huelva. Desempenha a missão de Diretor da Unidade Clínica de Oncologia. Autor de numerosas publicações e trabalhos científicos. Doctor Cum laudem e professor de múltiplos cursos. Membro da Sociedade Americana de Oncologia (ASCO), das sociedades espanhola e andaluza de oncologia (SEOM/SAOM) e dos grupos de investigação Geicam e Solti. Vogal do grupo de prevenção da SEOM. Assessor técnico de diversas associações e organismos. Membro da junta de direção provincial da AECC em Huelva.

Farmacêutico especialista em farmácia hospitalar desde 1990 no Hospital Universitário de Jaén. Dedicado exclusivamente à farmácia oncológica desde 2003.

A atividade desenvolvida integra-se em coordenação com oncologistas, hematologistas e enfermeiros fundamentalmente no campo da validação, preparação e acompanhamento da medicação intravenosa, sendo o referente do serviço de farmácia para todas as terapias para o tratamento do cancro.

Atualmente, faz parte do grupo de trabalho GEDEFO/SEFH, do qual é coordenador para a Andaluzia Oriental. Este grupo realiza atividades de promoção, formação e investigação relacionadas com a farmácia oncológica a nível nacional.

DADOS ACADÉMICOS: Doutorado em Farmácia, especialista em farmácia hospitalar e acreditado como farmacêutico oncológico pelo Board of Pharmacy Specialties (USA).

Licenciado em Jornalismo e Comunicação Audiovisual pela Universidad Complutense de Madrid. Há mais de uma década que se dedica à comunicação em saúde, trabalhando para laboratórios, sociedades médicas, clínicas, organizações empresariais e associações de doentes. Desde 2018 é diretor de Relações Institucionais da iniciativa #SaludSinBulos.

Nascido a 26 de julho de 1989 em Huelva. Licenciado em Medicina pela Universidade de Navarra em 2013. Especialista em Oncologia Médica, após completar o período MIR desde 2014 até 2019, no Hospital Juan Ramón Jiménez de Huelva. Vogal da Sociedade Andaluza de Oncologia Médica desde 2020. Mestre em Metodologia da Investigação em Ciências da Saúde, pela Universidade de Huelva, no curso de 2015 – 2016. Pertence à Sociedade Espanhola de Oncologia Médica (SEOM) e à Sociedade Andaluza de Oncologia Médica (SAOM). Membro do grupo espanhol do cancro hereditário em Espanha e do grupo andaluz de cancro hereditário. Formação alargada no âmbito do cancro hereditário. Participação no grupo de investigação do cancro da próstata no CNIO (Centro Nacional de Investigação Oncológica), no âmbito do programa de formação MIR, em 2019. Realizou múltiplas comunicações orais e em formato poster a nível nacional e internacional no âmbito da oncologia e, no último ano, mais centrado no cancro hereditário e familiar. Publicou capítulos de livros no âmbito nacional. Atualmente exerce funções no Hospital Juan Ramón Jiménez, fazendo parte da equipa de cancro hereditário e familiar e assessoria genética.

Especialista em cirurgia plástica reparadora e estética desde 1995. Cirurgião plástico no Hospital Universitário Reina Sofía em Córdoba, desde 1995 até 2012. Cofundador e coordenador da unidade de microcirurgia reparadora durante 15 anos. Membro da unidade de patologia mamária deste mesmo hospital durante 15 anos. Dirige a cirurgia estética no Centro RC há mais de 15 anos. Participa regularmente em cursos e congressos da especialidade.

Membro da SACPRE (Sociedade Andaluza de Cirurgia Plástica) e presidente durante 4 anos (2011-2015). (Atualmente vogal desta sociedade por Córdoba) https://www.sacpre.org/

Pertence à SECPRE (Sociedade Espanhola de Cirurgia Plástica Reparadora e Estética). https://secpre.org/ https://secpre.org/

Pertence à AECEP (Associação Espanhola de Cirurgia Estética Plástica). https://aecep.es/la-asociacion/juntas-directivas/. https://aecep.es/la-asociacion/juntas-directivas/.

Trabalha no Hospital Quiron Córdoba (https://www.quironsalud.es/cordoba)

Comecei a trabalhar no âmbito da psicologia educativa na Escuela Hogar Reina Isabel, onde estive de 1991 a 2000. No ano 2000, entrei na AECC J.P de Granada, departamento de psico-oncologia, onde continuo atualmente. Desenvolvo a minha atividade na sede da associação e no Hospital Virgen de las Nieves de Granada. Materno-infantil. Sobretudo com doentes de cancro da mama e genecologia oncológica, bem como com os familiares. Colaboramos na formação contínua dos profissionais de saúde do hospital e participamos na formação em vários mestrados da Universidade de Granada.

Licenciada em medicina pela Universidade Autónoma de Madrid, doutorada cum laude pela Universidade Autónoma de Madrid e professora associada da faculdade de medicina da Universidade de Alcalá.

Chefe de secção do departamento de oncologia médica do Hospital Ramón y Cajal, membro do comité de direção do IRYCIS (Instituto Ramón y Cajal de Investigação em Saúde) como codiretora da área do cancro e doenças crónicas. Participo ativamente em projetos de investigação fundamentalmente na área dos tumores torácicos. Adicionalmente, faço parte do núcleo do cancro do pulmão no CIBEROnc.

Colaboro ativamente com sociedades científicas nacionais e internacionais, fazendo parte do conselho da ESMO (Sociedade Europeia de Oncologia Médica) como coordenadora do comité Women for Oncology. Anteriormente, coordenei o comité de imprensa (Press and Media Affairs Committee) da ESMO, ao qual ainda pertenço, bem como ao Fellowship and Awards ESMO Committee ESMO Fellowship Committee e à Leadership Generation Task Force. Sou também faculty member for the chest tumors. Além disso, faço parte de comités na ASCO (Sociedade Americana de Oncologia Médica) e na IASLC (Associação Internacional para o Estudo do Cancro de Pulmão).

Sou patrona de diferentes fundações e associações, entre elas a AeCAp e a Propatients, dedicadas ao serviço a doentes. Membro da AECC (Associação Espanhola Contra o Cancro), sou patrona da respetiva fundação científica e membro do conselho, como presidente do conselho técnico nacional. Integrei os últimos conselhos de assessoria das ministras da saúde, com nomeação no BOE, tanto no mandato de Dolors Monserrat como no de Mª Luisa Carcedo

Fui a primeira mulher presidente da SEOM (Sociedade Espanhola de Oncologia Médica), do Conselho Nacional de Especialidades em Ciências da Saúde e da Comissão Nacional de Oncologia Médica. Também fui a primeira mulher presidente da FACME (Federação de Associações Médico-científicas Espanholas), cargo que continuo a ocupar na atualidade.

Atualmente, o Dr. Paz-Ares é chefe do departamento de oncologia médica do Hospital 12 de Octubre, professor catedrático da Universidade Complutense de Madrid, chefe da unidade de cancro do pulmão do CNIO (Centro Nacional de Investigações Oncológicas), presidente da ASEICA (Associação Espanhola de Investigação sobre o Cancro). Em 1986, o Dr. Paz-Ares licenciou-se em medicina na Universidade Autónoma de Madrid. Entre 1988 e 2001, iniciou a sua carreira profissional como médico residente no serviço de oncologia médica no Hospital 12 de Octubre. Em 1993, obteve o título de doutor na Universidade Autónoma de Madrid. Entre 1993 e 1995, completou a sua formação de pós-doutoramento com a bolsa ESMO de investigação em oncologia médica, no Beatson Oncology Center da Universidade de Glasgow, e frequentou em paralelo um mestrado de farmacologia clínica na mesma universidade (1995). Antes da posição que ocupa atualmente no Hospital 12 de Octubre, entre 2007 e 2014, o Dr. Paz-Ares desempenhou funções como chefe do serviço de oncologia médica no Hospital Universitário Virgen del Rocío, em Sevilha, chefe da unidade de farmacologia (1995-1999), foi responsável pelos primeiros estudos clínicos torácicos e geniturinários no Hospital Universitário 12 de Octubre, em Madrid (2000-2007), e investigador visitante no programa de cancro da próstata no Dana-Farber Cancer Institute em Boston.

Atualmente, o Dr. Paz-Ares centra o seu trabalho na investigação contra o cancro do pulmão e no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas, tanto no laboratório como na parte clínica. Publicou mais de 340 artigos em múltiplas revistas científicas de investigação, incluindo: New England Journal of Medicine, Lancet, Lancet Oncology, Nature Medicine, Journal of Clinical Oncology, entre outras. É membro de diversos Comités Científicos: ASCO (American Society of Clinical Oncology), ESMO (European Society for Medical Oncology), EORTC (European Organization for Research and Treatment of Cancer), Protocol Review Committee and Audit Committe, AEMPS (Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios), EMA (European Medicines Agency).

Enriqueta Felip é chefe de secção do serviço de oncologia médica do Hospital Universitari Vall d’Hebron (HUVH) e chefe da unidade de tumores torácicos e da cabeça e pescoço do “Vall d’Hebron Institute of Oncology” (VHIO), em Barcelona. A Dra. Felip é licenciada em medicina e cirurgia pela Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), onde completou os seus estudos de doutoramento. A Dra. foi professora da Facultade de Medicina da “Universitat Autònoma de Barcelona” (UAB) durante os anos 2010 – 2019. Atualmente é professora de Medicina na “Universitat de Vic” (UVicc-UCC). A Dra. foi eleita Vice-Presidente da “Sociedade Espanhola de Oncologia Médica” (SEOM) (2019-2021) e será Presidente da referida sociedade (2021-2023). A Dra. Enriqueta Felip é membro da “International Association for the Study of Lung Cancer” (IASLC), sendo atualmente membro do Board of Directors dessa associação. A Dra. foi copresidente do 20º WCLC (World Congress on lung Cancer) que se celebrou em setembro de 2019, em Barcelona. Em 2015, a Dra. Felip recebeu o galardão “ESMO Women for Oncology”. A Dra. Felip é presidente da comissão oncológica do HUVH e é também membro do comité científico do Hospital Parc Taulí de Sabadell. A Dra. Felip esteve envolvida em diferentes iniciativas relacionadas com organizações científicas, tais como: editora do grupo de trabalho das “ESMO Minimum Clinical Recommendations in Lung Cancer” bem como coordenadora do “1st ESMO Consensus Conference in Lung Cancer”. A Dra. é atualmente membro do comité científico do grupo espanhol de cancro do pulmão (GECP).

A Dr.ª María Isabel Queipo-Ortuño é investigadora sénior no laboratório de investigação do IBIMA do Hospital Virgen de la Victoria de Málaga, com um contrato de investigação Miguel Servet II do Instituto de Salud Carlos III. Está associada à unidade de gestão clínica intercentros de oncologia médica. É autora e coautora de numerosas publicações científicas em importantes revistas internacionais de alto nível na área das doenças infeciosas, endocrinologia e nutrição e cancro. Tem um índice H de 36. Publicou vários capítulos de livros e um grande número de resumos em congressos nacionais e internacionais. Desde 2012, lidera a linha de investigação “Microbioma, doenças metabólicas e cancro: deteção de novos biomarcadores” financiada por projetos de investigação do Instituto de Salud Carlos III, do conselho de saúde da Junta da Andaluzia e de entidades privadas como a Fundación UNICAJA. Desenvolveu numerosas patentes. Participa como investigadora associada no CIBERonc (CB16/12/00481), é membro de um grupo do PAIDI CTS-981 (Plano Andaluz de Investigação, Desenvolvimento e Inovação) e da COST Action Epitransciptomic CA-16120 e da Alianza Mixta em Rede Andalucía-Roche em oncologia médica de precisão. Recebeu diferentes prémios de investigação e realizou várias estadias em centros nacionais e internacionais de prestígio.

Enfermeira de prática avançada em ostomias no Hospital Universitário Juan Ramón Jiménez de Huelva, acreditada no nível avançado pela Agencia de Calidad Sanitaria da Andaluzia. Mestre em Estomaterapia pela Universidade de Granada. Diploma de especialização em gestão de cuidados e práticas de enfermagem avançadas pela Escuela Andaluza de Salud Pública. Tutora clínica de práticas de enfermagem da Universidade de Huelva.

Psicóloga da AECC na Junta Provincial de Cádiz Licenciada em Psicologia AN-5018 pela Universidade de Sevilha, Mestre em Psico-oncologia pela Universidad Complutense de Madrid. Especialista em Psicologia da Saúde. Acreditada pelo Conselho Geral de Ordens Oficiais de Psicólogos, psicóloga especializada em Psico-oncologia e Psicologia em Cuidados Paliativos. Autora do livro “Relatos para pensar y Crecer”.

Diplomada em Enfermagem pela Universidade de Sevilha, 1988. Enfermeira assistente na unidade de cuidados paliativos do Hospital Vázquez Díaz desde 1994; desde janeiro de 2011, enfermeira nas equipas de suporte de cuidados paliativos de Huelva. Formação avançada em Cuidados Paliativos e em Bioética. Docente, no Mestrado universitário em Cuidados Oncológicos e Paliativos, da Universidade de Huelva desde 2011 e mantendo-se no ativo. Investigadora colaboradora em dois projetos de investigação, apoiados pelo Ministério da Saúde em torno do final da vida.

Roberto Álvarez Álvarez formou-se em psicologia em 1998, na Universidade Autónoma de Madrid. Nesse mesmo ano, integrou como professor o Centro de Humanização da Saúde, dos Religiosos Camilos, como docente em cursos de: geriatria, gerontologia, cuidados paliativos, psicologia aplicada e da saúde, counseling e terapia em situações traumáticas e de elevado sofrimento: doença, morte e luto. Desde o seu estágio como psicólogo (1996-1998) e depois como psicólogo e psicoterapeuta, desde maio de 1999, a sua atividade clínica e de assistência centrou-se em geriatria, cuidados paliativos e luto. Trabalhou em vários hospitais, lares e fundações nos âmbitos da saúde e sociossanitário. Desenvolveu, juntamente com a sua atividade clínica, uma intensa atividade docente em vários mestrados, pós-graduações e cursos para diferentes fundações, associações e diversas entidades públicas e privadas. Sendo o seu foco de interesse o acompanhamento, terapia e counseling de pessoas afetadas por situações existenciais de sofrimento. A terapia individual e em grupo tem sido a sua ferramenta de trabalho.

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, com especialização em Psicologia da Saúde e da Doença, pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa.

Pós-graduada em Intervenção Clínica em Cuidados Paliativos, pelo Instituto Português de Psicologia e outras Ciências.

Formação avançada em Psico-oncologia, pela Academia Portuguesa de Psico-oncologia.

Assessora de imagem. Depois de ter trabalhado muitos anos como enfermeira em hospitais e clínicas em vários países, fui tomando consciência do impacto emocional das mudanças a nível da aparência durante os tratamentos dos doentes. Isso motivou-me a fazer uma formação de assessoria de imagem na Idri París. Sentir-se atraente tem impacto no estado de espírito, na autoestima, nas relações e na recuperação, por isso foco o meu acompanhamento nesse caminho.

Especialista em Oncologia Médica na Unidade de Gestão Clínica Intercentros de Oncologia de Málaga (Hospital Regional Universitário e Hospital Universitário Virgen de la Victoria), membro do Grupo Español de Investigación en Sarcomas (GEIS) e da área de trabalho AYAs pertencente ao grupo GEIS. Integra ainda o grupo de investigação clínica e translacional do cancro (SICA) pertencente à Universidade de Málaga.

Estudante de publicidade e relações públicas na Universidade de Sevilha, criou juntamente com o seu namorado, Rodrigo Osborne, a associação Adol-essence (uma associação por e para jovens, que tem como principal objetivo o acompanhamento hospitalar de adolescentes). A experiência de ambos com o cancro incentivou estes dois jovens a empreender e apostar no voluntariado de adolescentes.

Sou um rapaz de Sevilha com 20 anos. Tive um osteossarcoma aos 17 anos de idade. Foi um período de muitas mudanças na minha vida devido à adolescência e também à doença. Devido ao cancro, decidi criar, juntamente com a minha namorada Rocio, uma associação chamada “Adol-essence”. O que pretendemos é construir uma organização de voluntariado, criada por jovens e para jovens com doenças de longa duração no hospital. A Adol-essence fortalece a essência dos adolescentes.